quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Sensei Meirelles

No dia 18 de Dezembro tivemos um treino especial com Sensei Meirelles.
Foram umas duas horas de uma aula interessantíssima e muito puxada.
Foram bons momentos para desfrutarmos de técnicas diferenciadas.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Treinos na PUC

Caros alunos, a PUC estará fechada nos próximos dois sábados (25/12 e 01/01) por motivos óbvios.
Assim, retomarem os nossos treinos dia 08/01.
Boas Festas e Feliz Ano Novo.
Durval

Treinos de final de ano

O Instituto Sul-Brasileiro de Aikido informa

30/12/2010 - Quinta-Feira

19:00 às 20:00 hrs - Koshukai
20:10 às 21:30 hrs -  Último Yudanshakai de 2010

Atenção: o Yudanshakai é liberado 
a partir de 2º Kyu (faixa-azul)
Local: Dojo Central

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Dicas para emagrecer até o verão

Atos emergências como, por exemplo, parar de comer e fazer dietas rigorosas, não irão lhe ajudar a viver de maneira saudável

Atos emergências como, por exemplo, parar de comer e fazer dietas rigorosas, não irão lhe ajudar a viver de maneira saudável e nem perder aqueles quilinhos indesejáveis.


Tomar essas atitudes acima só irá deixar o seu corpo fraco e sem vontade de fazer as atividades diárias. Então preste um pouco de atenção em si mesmo e faça aquilo que seja melhor para você e para o seu corpo.


Emagrecer requer muita disposição e disciplina e é claro que não há segredos, o correto é fazer uma alimentação equilibrada com alimentos nutritivos, cheios de vitaminas e saias minerais.


Se você está totalmente disposta a assumir certas mudanças alimentares, aí vão algumas dicas que poderão lhe ajudar nesta dificultosa tarefa.


Como o verão está chegando, nosso corpo tende a ficar mais desidratado e a sede parece ser companheira inseparável nesta estação. Por isso beba muita água e não espere a sede bater, estar com o corpo sempre hidratado melhora o condicionamento físico e a pele fica muito mais bonita.


Não passe um período muito longo em jejum, pois a hora que a fome bater você vai querer devorar qualquer coisa quer vir na sua frente. O correto é fazer um fracionamento na alimentação diárias, comendo de três em três horas, assim a fome diminuirá e você perderá peso com mais facilidade.


Na hora da alimentação prefira os alimentos naturais e leves, pois no calor a sensação de cansaço é maior devido ao clima quente. Coma frutas e tome sucos de frutas naturais e frescas.


Evite o excesso de carboidratos e gorduras saturadas, são mais difíceis de serem digeridas e fazem mal a saúde.
Nunca coma quando estiver fazendo outra atividade como, por exemplo, vendo TV ou no computador, pois você perde a noção de quanto está comendo e acaba ingerindo muito mais alimentos.


Não vá ao mercado com fome, a sua carteira e a sua saúde agradecem.
Estabeleça metas que sejam possíveis e fáceis de serem alcançadas. Não tenha presa, pois ela é inimiga da perfeição.
Cuide do seu humor, pois ele é um fator importante durante essa nova fase de vida.


Por último pratique exercícios pelo menos três vezes por semana, assim o seu corpo queimará as gordurinhas localizadas e deixará o seu corpo muito mais bonito.

Autor: Fernanda Sartori Fernandes
Fonte: Portais da Moda

Como manter o peso ideal

Diversos alimentos ajudam na manutenção de peso principalmente os que possuem muito volume e poucas calorias

A manutenção de um corpo saudável, conquistado pelo emagrecimento, pode, muitas vezes, tornar-se um tormento. Alguns motivos podem ser apontados como responsáveis pela volta do excesso de peso. Um deles é emagrecer por meio de dietas muito rígidas, em que alguns alimentos ou grupos de alimentos são proibidos.

A proibição geralmente gera ansiedade e compulsão para comer, provocando a recuperação de peso. Quem acredita que para a manutenção de peso é preciso eliminar algum alimento está muito enganado. O que realmente conta é não exagerar na quantidade e na freqüência do consumo de alimentos ricos em açúcar e gordura. É necessário evitar principalmente os alimentos industrializados, sempre prontos nas prateleiras de supermercados e nas vitrines de padarias e confeitarias, que estimulam o consumo por impulso.

Diversos alimentos ajudam na manutenção de peso principalmente os que possuem muito volume e poucas calorias. Geralmente são as frutas ricas em fibras e água, como o melão e o morango. Hortaliças, legumes e verduras são ricos em nutrientes e por isso devem ser consumidos em quantidade adequada para uma boa nutrição. O consumo de peixes e proteína de soja em algumas refeições pode ajudar a manter o peso, controlar a pressão arterial e diminuir o colesterol ruim. A carne vermelha, muito rica em nutrientes, deve ser magra, sem gordura.

É preciso aprender a comer corretamente. A manutenção do peso desejado dependerá da disposição para mudar o cardápio, e não apenas durante o processo de emagrecimento. A educação alimentar deve ser a base de uma dieta saudável, priorizando o consumo de alimentos mais leves e pouco calóricos.

Após alcançar o peso desejado, pode haver certa flexibilidade, mas se a pessoa voltar ao padrão de alimentação anterior ao processo de emagrecimento haverá novamente aumento de peso. Por isso é necessário disciplina para que as exceções não se tornem regra. O ato de se alimentar deve ser apenas um dos prazeres da vida e não o único.

A atividade física regular é importante para quem deseja manter a forma. Atua como um componente de motivação, mantém o metabolismo em alta, diminui o acúmulo de gordura corporal e aumenta a massa muscular. Produz também um relaxamento confortante e ajuda a diminuir a ansiedade.

Para manter o peso desejado é, também, muito importante o fracionamento das refeições, normalmente já adotado durante o processo de emagrecimento. É uma forma de controlar o apetite e de produzir mais disposição e energia, mantendo a disciplina sob controle.

O ideal é comer moderadamente e nas horas certas, sem esperar a fome chegar, pois assim haverá menor risco de comer mais do que o necessário. O organismo leva de 15 a 20 minutos para avisar ao cérebro que está saciado. Comer devagar, mastigando bem os alimentos, permite que a sensação de saciedade ocorra antes que o consumo se torne exagerado.

O estilo de vida é pessoal, sendo influenciado diferentemente por fatores internos e externos. Para manter o peso, como para muitos outros objetivos na vida, é necessário acreditar no poder de promover mudanças, rever atitudes e modo de pensar. Não é uma tarefa fácil, por isso não se deve dispensar ajuda de profissionais especializados, quando necessário. Na verdade, só fazemos por muito tempo aquilo que nos dá prazer. É possível alcançar por meio da alimentação saudável os prazeres que um corpo mais magro, com mais saúde e energia pode proporcionar.

Autor: Dra. Flávia Leão Fernandes
Fonte: Cyberdiet

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Intensivo de Verão para Iniciantes

10 à 31 de Janeiro 2011
Segundas, Quartas e Sextas
1º Período: 14:30 às 15:45 hrs
2º Período: 16:30 às 17:30 hrs
(Carga Horária 22 hrs e 30 min)

Valor: R$ 150,00 à vista
ou 1+2 de R$ 55,00 (no cartão)

Local: Dojo Central - Rua João Guimarães, 171, Porto Alegre
Informações: 51-3333-7867 / 8204-7878

Aulas sob orientação e supervisão de Vargas Sensei

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Idade Interior

Se você quiser saber um pouco mais sobre como anda o seu corpo, faça o teste da UNIMED chamado Idade Interior.
www.idadeinterior.com.br
Divirta-se.

Programação de Fim de ano

O Instituto Sul-Brasileiro de Aikido convida:

Sábado 04/12
Exame de Grau - 13:30 hrs

Sábado 18/12
Koshukai - 09:00 hrs
Local: Parque Esportivo da PUCRS (prédio 81, 6º andar)
Ao lado do Hospital São Lucas

 - Com a participação especial de Meirelles Sensei 
e de todos os Yudanshas do INSBRAI

Yudanshakai - 15:30 hrs
Local: Dojo Central (rua João Guimarães, 171)

Bonenkai e Amigo Secreto - 20:30 hrs
Está disponível na secretaria do Dojo Central a Lista de Participação no Bonenkai e no Amigo Secreto. O valor mínimo para o presente do Amigo Secreto será de R$ 25,00.

Está disponível também um segunda lista, com sugestões de Comes para o Bonenkai. Para aqueles que eventualmente nunca participaram, a festa funciona da seguinte forma: cada convidado traz comida suficiente para si, seus acompanhantes e mais uma pessoa (Ex: 03 pessoas, comida para 04 pessoas)

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

dor de cabeça‏

Exercício físico ajuda no combate a dor de cabeça‏

A Sociedade Internacional de Cefaléia reconhece mais de 150 tipos de dor de cabeça. Algumas têm causas estruturais, metabólicas, tóxicas ou infecciosas. Outras são identificadas como consequências de lesões ou outras alterações tais como sinusites, infecções do sistema nervoso ou sistêmicas, tumores, coluna cervical e outras.

Algumas dores de cabeça têm uma causa tratável e é desta que vamos falar. Problemas posturais, tensionais (estresse) e circulatórios são causadores de dores de cabeça constantes e após uma avaliação médica e odontológica entramos com o tratamento preventivo que é a atividade física.

A lista de benefícios dos exercícios físicos é interminável. As atividades leves em comunhão com as aeróbicas, que estimulam a circulação sanguínea, são primordiais para amenizar crises de dor.
E não é só para acabar com a dor de cabeça que o exercício físico é um aliado. Por exemplo, os problemas cervicais, causados pela má postura, é um dos grandes vilões das dores constantes, o que seções diárias de alongamento e fortalecimento muscular, podem facilmente combater.

Quando em movimento nosso corpo produz endorfina, este cai na circulação sanguínea e atua como uma morfina natural que colabora com o fim de muitas dores que nos incomodam no dia a dia. Escolha uma atividade que se enquadre ao seu estilo de vida e comece já! Mas sempre com orientação para ter bons resultados e não arrumar uma nova dor!!!

Sabemos também que com uma alimentação rica em fibras e água na medida exata um ótimo programa de exercícios diários trará ainda mais resultados positivos. A nutricionista Karina Pimentel acrescenta ainda que as crises hipoglicêmicas podem ser causadas por ficarmos longos períodos sem nos alimentar e isso poderá desencadear fortes dores de cabeça, por isso coma a cada três horas.

Consumo de alimentos alergênicos e alimentos ricos em substâncias tóxicas (refrigerantes, alimentos industrializados ricos em corantes e conservantes) bem como o excesso de cafeína e deficiências nutricionais de vitaminas e minerais são pontos que devem ser investigados para que se possa também evitar dores de cabeça.

Autor: Rosangela Satoris
Fonte: Bartira Betini

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Colesterol

Colesterol: o perigo invisível

Sem apresenta sintomas, o colesterol alterado só pode ser diagnosticado através de exames periódicos

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 20% da população apresenta o colesterol LDL acima do ideal. Aqui no Brasil, este problema atinge de 12% a 15% da população - aproximadamente 22 milhões de pessoas. Um número bastante significativo, já que níveis altos de colesterol aumentam o risco de desenvolver doenças coronarianas, que ocorrem quando há a obstrução dos vasos sanguíneos pelo o acúmulo de gordura depositado nas artérias coronarianas.

Mas para combater o inimigo, é preciso conhecê-lo de perto. Existem dois tipos principais de colesterol. O HDL, conhecido como o colesterol bom, remove o excesso de colesterol no sangue, o que reduz o risco de formação das camadas de gordura. Já o LDL, o colesterol ruim, é o responsável direto pela formação destas camadas de gordura, que prejudicam a passagem do sangue através das artérias.

Os níveis de LDL aumentam devido à ingestão de gordura saturada, presente na carne, no leite e em derivados do leite, colesterol dietético, encontrado nos alimentos de origem animal, e gordura trans, formada no processo de hidrogenação industrial, que transforma óleos vegetais em gordura sólida.

Já os níveis de HDL podem ser aumentados através de uma dieta rica em gordura polinsaturada, presente na soja, no girassol e em peixes, e gordura monoinsaturada, encontrada nos azeites e frutas oleaginosas, como nozes e castanhas. Além disso, frutas, verduras e cereais integrais devem fazer parte de uma dieta saudável. Exercícios físicos também ajudam no controle do colesterol.

"Como o colesterol alterado não apresenta nenhum tipo de sintoma, além de seguir estas dicas de alimentação e exercício, é importante realizar exames periódicos para saber se os níveis de colesterol estão saudáveis", afirma a cardiologista Dra. Ana Cristina Camarozano.

Autor: Prolab - Centro Diagnóstico Cardiológico
Fonte: IEME Comunicação

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Workshop no Dojo Central

O Instituto Sul Brasileiro de Aikido promove Palestra e Workshop: 
O Aikido como ferramenta de Crescimento, Negociação e Sobrevivência

O Aikido é uma arte marcial Japonesa essencialmente de defesa. É a síntese de diversas outras artes que vieram aperfeiçoando-se numa longa trajetória de cerca de 5.000 anos, desde a Índia passando pelo Japão; e agora, nos últimos 40 anos, no Brasil. Além de ser muito eficiente, é a arte marcial mais escolhida pela maioria das policias no mundo civilizado, justamente por ir ao encontro da necessidade de um trabalho policial mais voltado a respeitar os direitos humanos. Mas, mais do que isto, o Aikido se destaca por ser uma arte marcial que propicia uma série de metáforas e insights sobre as relações humanas e o crescimento interior; servindo como fonte de inspiração para executivos e pessoas que lidam com negociação. É considerada por muitos como “a Arte da Negociação”, justamente por que aquele que treina o Aikido introjeta em si a não-resistência e a não-agressão.

Esta palestra não tem custo financeiro aos participantes. Apenas sugerimos a quem puder, comparecer trazendo 01 (um) kg de alimento não-perecível para as crianças carentes do Projeto Social Assistencial Antonio Moreno Morales do Morro Santana, em parceria com a ACM, onde ministramos voluntariamente aulas de Aikido Infantil para aquelas crianças.

Ministrante: Roque Vargas Sensei
Local do Evento: Dojo Central - Rua João Guimarães, 171 - bairro Santa Cecilia - Porto Alegre. Tel: (51) 3333-7867
Quando: 29/10/2010 (sexta-feira) às 20:30 hrs
 
Retirado de http://aikidoaabb.blogspot.com/ onde foi postado pelo Sensei

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

CAMPANHA NATAL SOLIDÁRIO

O Instituto Sul-Brasileiro de Aikido informa
CAMPANHA NATAL SOLIDÁRIO
AIKIDO INFANTIL - ACM MORRO SANTANA

Colabore você também para um Natal mais feliz das crianças do Projeto Aikido Infantil - ACM Morro Santana, doando brinquedos, 
cadernos e material escolar em geral.

As doações poderão ser entregues no Dojo Central (Rua João Guimarães, 171, bairro Santa Cecília).

Qual a melhor posição para dormirmos?

Uma boa noite de sono é fundamental para a restauração da saúde, e em especial, da saúde dos tecidos musculares e articulares

Essa é uma pergunta que muitas pessoas só fazem após o surgimento de dores e problemas na coluna, ou da dificuldade em dormir. Basicamente, a melhor posição para dormir é, de fato, aquela em que você deita, relaxa, dorme e acorda descansado e recuperado.

Porém, levando em consideração que nós dormimos um terço do dia, ou seja, passamos um terço de nossa vida deitados dormindo, a posição em que dormimos pode determinar a forma e a flexibilidade da coluna, o que pode levar a dores e desconfortos. Portanto, podemos afirmar que existem posições que são mais favoráveis e menos favoráveis para a manutenção da saúde da coluna e das articulações.

A posição de dormir que menos beneficia a coluna é a posição de bruços, ou seja, deitado de barriga para baixo. Essa posição causa estresse em dois segmentos da coluna: na coluna cervical, no pescoço; e na coluna lombar (no segmento mais baixo da coluna, próximo ao quadril).

Um erro comum de quem dorme nesta posição é a utilização de travesseiro, pois seu uso aumenta as pressões e torções no pescoço inerentes a essa posição.

A posição de barriga para cima é uma posição boa, que deixa a coluna mais reta. Porém, esta posição também não requer travesseiro, que tira o pescoço e a cabeça do alinhamento ideal com o resto da coluna. Este desalinhamento desgasta e estressa a coluna cervical. No máximo, pode ser utilizado um travesseiro bem baixinho, quase “virtual”. Algumas pessoas gostam de colocar um travesseiro debaixo dos joelhos. Isso alivia alguma possível tensão na região lombar. Como desvantagem desta posição há o ronco.

Por fim, das três posições básicas que podemos assumir ao dormir, temos a posição de lado, a mais indicada para a saúde da coluna vertebral. Nesta posição, também são necessários alguns cuidados para que ela de fato seja a melhor posição para dormir.

O travesseiro da cabeça deve ter a grossura semelhante à distancia entre a orelha e o ombro. Portanto, o travesseiro deve ser largo e firme, de forma a não deformar durante a noite (como por exemplo, os travesseiros de pena/pluma). Também é importante o uso de um travesseiro entre as pernas, que vá do joelho até os pés. Este travesseiro deve dar um suporte para que o peso da perna de cima não faça com que o quadril gire e produza uma torção e tensão na coluna lombar. O uso deste travesseiro diminui esta torção e esta tensão.

Não há problema da pessoa se colocar na posição fetal, aninhada, quando deitada de lado, contanto que ela siga essas dicas.

Outra boa sugestão par quem dorme nesta posição, é que durma abraçando um travesseiro grande, mais robusto, que não permita que os ombros se fechem e se contraiam durante a noite.

Uma boa noite de sono é fundamental para a restauração da saúde, e em especial, da saúde dos tecidos musculares e articulares.

Autor: BSpace Health Center
Fonte: Blue Comunicação

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Dia Mundial do Coração

A importância da vida saudável

"No dia 30, comemora-se o Dia Mundial do Coração. O objetivo é alertar a população para as doenças que colocam em risco a saúde desse precioso órgão e, principalmente, ensinar a preveni-las. Neste artigo, você vai saber se faz parte ou não do grupo mais propenso a desenvolver problemas cardiovasculares e ainda aprender como cuidar bem do seu coração".

Introdução

Doenças cardiovasculares são a principal causa de morte prematura nos países industrializados. Estima-se que no Brasil existam, pelo menos, 600 mil pessoas que convivem com algum tipo de problema. Somente neste ano, 120 mil brasileiros devem morrer por causa de complicações cardíacas e derrames cerebrais.

Apesar de mais comuns a partir dos 45 anos, as doenças cardiovasculares são resultado da combinação de fatores de risco - como tabagismo, colesterol alto, diabetes e pressão alta - durante anos e anos.

"A prevenção deve começar cedo, pois muitas vezes não aparecem sintomas, a detecção da doença é tardia e o tratamento torna-se apenas um paliativo", alerta o cardiologista Glauberson Cardoso Vieira, representante em Minas Gerais do Fundo para Aperfeiçoamento e Pesquisa em Cardiologia (Funcor). A saúde do coração e do sistema vascular (conjunto de veias e artérias) depende de hábitos saudáveis desde a infância.

Doenças mais Comuns

Infarto - O infarto agudo do miocárdio é uma das doenças cardíacas mais temidas, devido ao alto índice de mortalidade. Metade das pessoas que tem um infarto não sobrevive a tempo de receber atendimento médico. O infarto é provocado pela formação de um coágulo que obstrui totalmente a passagem do sangue em uma artéria do coração, causando morte de uma determinada região do músculo cardíaco (miocárdio). O sintoma mais comum é uma forte dor no peito.

Insuficiência cardíaca - Ocorre quando o coração não consegue bombear sangue suficiente para o restante do corpo. Segundo a classificação da Associação do Coração de Nova Iorque (em inglês, New York Heart Association - NYHA), a insuficiência cardíaca é dividida em quatro classes, de acordo com a severidade do problema: I (assintomática), II (leve), III (moderada) e IV (grave).

Má circulação - Chamada pelos médicos de insuficiência vascular periférica. Os sintomas mais comuns são dores nas pernas, que aparecem com freqüência durante caminhadas, e passam durante o repouso.

Arritmias - É quando o coração bate de forma irregular, ou muito rápido ou muito devagar. O coração de um adulto normal, em repouso, bate de 60 a 80 vezes por minuto. Ritmos cardíacos lentos são chamados bradicardias; ritmos rápidos são chamados taquicardias. As arritmias podem ser de vários tipos e são mais freqüentes à medida que o indivíduo envelhece. Vale lembrar que é absolutamente normal o coração bater mais rápido em situações de excitação, medo ou durante a prática de exercícios físicos.

Derrame cerebral - Conhecido no meio científico como Acidente Vascular Cerebral (AVC), trata-se de um sangramento no cérebro por causa do rompimento de vasos sanguíneos. Pode acarretar seqüelas graves e morte. Apesar de não ser uma doença cardíaca, o derrame cerebral é uma doença vascular grave e está relacionado aos mesmos fatores de risco das doenças do coração.

Sintomas

Cansaço aumentado, falta de ar, respiração curta, palpitações incômodas, dores no peito, dores nas pernas ao andar, inchaço no rosto e nas pernas, machucados que demoram a cicatrizar. Ao notar o aparecimento de algum desses sintomas, o melhor é procurar auxílio médico. "São sinais de que a pessoa pode possuir uma doença cardiovascular ou então conviver com fatores que podem desencadeá-la, como pressão alta ou diabetes", explica o cardiologista. Em alguns casos, as doenças cardiovasculares não apresentam sintomas e podem levar décadas para se manifestar. Por isso, é importante prevenir-se, visitando o médico regularmente.

Fatores de Risco

Colesterol alto - É assintomático e detectado somente através de exames de sangue. O excesso de colesterol é perigoso, porque ele é depositado na parede das artérias, provocando a formação de placas gordurosas. Com o tempo, essas placas obstruem os vasos sanguíneos e impedem a circulação do sangue. Pode acarretar várias doenças, infarto, derrame e problemas de circulação.

Tabagismo - O cigarro contém cerca de quatro mil substâncias tóxicas para o organismo. Entre elas, estão o alcatrão e a nicotina, responsáveis pelo vício. O fumo provoca lesões na superfície dos vasos sanguíneos, favorecendo a entrada e o acúmulo do colesterol nas artérias coronárias. Está relacionado ao surgimento e/ou complicação de todas as doenças cardiovasculares. Pode ainda provocar diversos tipos de câncer.

Pressão alta - Também chamada de hipertensão arterial. É um dos grandes vilões das doenças cardiovasculares, chamada de "assassino silencioso", porque raramente provoca sintomas. A hipertensão caracteriza-se pelo bombeamento de sangue a uma pressão superior àquela encontrada na maioria das pessoas, de até 140/90 mmHg (milímetros de mercúrio, unidade usada para medir a pressão). Pessoas com pressão arterial acima de 140/90 mmHg correm mais risco de ter problemas no coração, cérebro e nos rins. A ação da pressão alta nos vasos sanguíneos é semelhante a do cigarro, isto é, provoca lesões e favorece o acúmulo de colesterol. A hipertensão afeta cerca de 20% da população brasileira e seus efeitos tendem a ser mais sérios em pessoas da raça negra.

Obesidade e sedentarismo - Pessoas com excesso de peso tendem a ter altas taxas de colesterol no sangue e predisposição a diabetes. Da mesma forma, quem não faz nenhuma atividade física corre mais risco de enfrentar problemas de pressão e colesterol altos. Além disso, os exercícios melhoram o condicionamento físico, a resistência, o humor e a qualidade de vida em geral.

História familiar - O aparecimento de doenças cardiovasculares tem um componente genético. Quem possui parentes de 1º grau (pais e/ou irmãos) que desenvolveram o problema antes dos 50 anos (no caso dos homens) e antes dos 60 anos (no caso das mulheres) tem mais chances de também sofrer do coração. "Os hormônios estrógeno e progesterona são uma proteção natural para o sistema cardiovascular feminino. Por isso, essas doenças tendem a se manifestar mais tarde nas mulheres", explica Dr. Glauberson.

Prevenção

A melhor forma de prevenir ou adiar ao máximo o surgimento de doenças cardiovasculares é levar uma vida saudável. Os cuidados começam com a alimentação, que deve privilegiar vegetais, gordura vegetal, cereais e frutas. Estudo apresentado no 23º Congresso da Sociedade Européia de Cardiologia, na Suécia, provou que o consumo exacerbado de carnes, gordura animal, derivados do leite, açúcar e cerveja leva a problemas cardiovasculares. Sal em excesso também é perigoso, especialmente para quem tem pressão alta. A boa alimentação pode evitar problemas de colesterol, pressão alta e obesidade.

Praticar exercícios físicos regulares é o segundo passo para cuidar da saúde do coração. A atividade física beneficia o controle da pressão arterial, do colesterol e também da glicose, além de ajudar a emagrecer. "Está comprovado cientificamente que as pessoas que fazem de vinte a trinta minutos de exercícios físicos diários vivem mais e melhor", afirma o cardiologista. As atividades mais indicadas são as aeróbicas, como caminhadas, natação e ciclismo.

Manter distância do cigarro. Se você fuma e deseja parar, o mais indicado é buscar auxílio de especialistas. "Menos de 3% dos fumantes conseguem deixar o vício espontaneamente. E a maioria desses volta a fumar após seis meses de abstinência", alerta Dr. Glauberson. Hoje existem várias técnicas que ajudam a minimizar o desejo de acender o cigarro, como gomas de mascar, adesivos e remédios. Qualquer médico pode orientar no tratamento. Mas o principal mesmo é ter força de vontade.

Além desses cuidados no dia-a-dia, todas as pessoas - mesmo as que se sentem absolutamente saudáveis - devem visitar o consultório médico com regularidade: uma vez por ano, por exemplo. Não se deve aguardar o aparecimento de problemas. Lembre-se: colesterol alto e hipertensão são assintomáticos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que a medição do colesterol no sangue seja feita periodicamente, a partir dos 20 anos. Mas é bom lembrar que nem mesmo as crianças estão livres do problema.

Quem fuma, tem colesterol alto, hipertensão arterial, diabetes; é obeso ou sedentário; ou ainda têm pais e/ou irmãos com problemas cardiovasculares deve ter atenção redobrada. Nesse grupo estão as pessoas que têm maior tendência a sofrer do coração. O velho ditado é ainda o mais apropriado: prevenir é o melhor remédio - principalmente para o coração.

Autor: Equipe Editorial Bibliomed
Fonte: Site Boa Saúde

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Hábitos saudáveis devem ser estimulados desde a infância

Os pais são modelos de comportamento

Todo mundo já está cansado de saber que ter hábitos saudáveis faz bem à saúde. O problema é que esse costume precisa ser ensinado desde criança pelos pais. Ensinar o filho a ter uma boa alimentação e a fazer exercícios desde pequeno, pode causar impacto importante na saúde e na prevenção de doenças, como contra a obesidade em longo prazo.

Além desses fatores, os exercícios contribuem para um melhor nível de bem-estar, sem contar que melhoram o rendimento escolar dessas crianças. Para cada idade é preciso estimular a criança para determinada atividade.

“Toda criança pode aprender brincando, e a Educação Física pode trazer isso desde a educação infantil, de forma lúdica, criando um mundo mágico de fantasias, ensinando a criança a ter hábitos saudáveis, além de benefícios motor, cognitivo e socioafetivo”, esclarece a educadora física e tutora do Portal Educação, Bruna Barbosa.

É bom lembrar que os pais são modelos de comportamento e é preciso cuidar dos hábitos alimentares. A rotina acaba fazendo com que os adultos desmotivem as crianças na hora da alimentação, oferecendo doces, salgadinhos, frituras, entre outros tipos de gordura.

Autor: Imprensa
Fonte: Portal Educação

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Prática de atividade física atenua predisposição genética para obesidade

Pesquisadores analisaram mais de 20 mil homens e mulheres com um conjunto de genes associado à obesidade

Pesquisadores da Universidade de Cambridge concluíram que ter uma vida ativa reduz em 40% a predisposição genética para a obesidade comum. Eles analisaram mais de 20 mil homens e mulheres com um conjunto de genes associado à obesidade.

O estudo, publicada na revista PLoS Medicine, pegou 25.631 moradores de Norwich, no Reino Unido, e separou aqueles entre 39 e 79 anos que realizaram exames de saúde de 1993 a 1997. Eles foram convidados a um segundo check-up --no total, 20,430 pessoas tiveram seus dados catalogados. O genoma de cada um foi analisado para identificar a predisposição para obesidade, o que foi comparado à ocupação e relatos da prática de atividades físicas.

Assim, os cientistas examinaram os principais efeitos da predisposição genética para ganho de peso e sua interação com a prática de atividade física em pessoas com IMC acima de 30 (obesos). Eles descobriram que cada alelo de gene ligado a obesidade estava associado a um ganho de peso, em média, de 445g para pessoas com 1,7m.

O efeito dos genes são maiores em pessoas inativas. Naqueles que praticavam atividades, o ganho de peso foi cerca de 36% menor. A pesquisa conclui, então, que toda a população se beneficia da prática de ativida física, mas que indivíduos que têm predisposição genética se beneficiariam mais do que os que não têm. "Além disso, o estudo desafia a visão determinista da predisposição genética para obesidade, mostrando que mesmo os mais afetados são beneficiados por um estilo de vida mais saudável", dizem os pesquisadores.

Autor: Redação
Fonte: Site Uol

Quase 50% dos brasileiros estão acima do peso

Quase 50% dos brasileiros estão acima do peso, mostra pesquisa

No sexo masculino, a situação é mais comum a partir dos 35 anos, mas chega a 59,6% em homens entre 55 e 64 anos. Na população feminina, o índice mais que dobra na faixa etária dos 45 aos 54 anos (52,9%) em relação a 18-24 anos (24,9%)

O excesso de peso e a obesidade cresceram entre os brasileiros nos últimos quatro anos. De 2006 a 2009 a proporção de pessoas acima do peso subiu de 42,7% para 46,6% e o percentual de obesos cresceu de 11,4% para 13,9% no mesmo período. A prevalência de sobrepeso é maior entre os homens: 51% contra 42,3% nas mulheres.

Os dados fazem parte da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com a Universidade de São Paulo (USP).

A ocorrência do problema está relacionada a fatores genéticos, mas há uma influência significativa do sedentarismo e de padrões alimentares inadequados no decorrer da vida.

No sexo masculino, a situação é mais comum a partir dos 35 anos, mas chega a 59,6% em homens entre 55 e 64 anos. Na população feminina, o índice mais que dobra na faixa etária dos 45 aos 54 anos (52,9%) em relação a 18-24 anos (24,9%).

Já a prevalência da obesidade entre homens quase triplica do grupo etário de 18 a 24 anos (7,7%) para o de 55 a 64 anos (19,9%). Entre as mulheres mais jovens, na faixa etária de 18 a 24 anos, o índice é de 6,22%, menor que o masculino nessa mesma etapa. Já nas mulheres entre 55 a 64 anos o percentual supera o masculino, ficando em 21,3%.

Para a coordenadora de Vigilância de Agravos e Doenças Não Transmissíveis do Ministério da Saúde, Deborah Malta, o expressivo crescimento no número de pessoas com sobrepeso e obesas, em um curto período, é uma tendência mundial. “O Brasil não está isolado nessas estimativas. É mais um reflexo da queda no consumo de alimentos saudáveis e a substituição deles por produtos industrializados e refeições pré-prontas”, comenta.

De acordo com a Vigitel 2009, 24,4% da população brasileira foi diagnosticada com hipertensão arterial e 5,8% afirma sofrer de diabetes. O consumo excessivo de sal e gordura é apontado como fator de risco para a pressão alta, enquanto a incidência de diabetes pode estar relacionada à ingestão de grande quantidade de açúcar, massas e alimentos calóricos.

Autor: Lisiane Wandscheer
Fonte: Agência Brasil

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Treino no Feriado

Nesta segunda, dia 20 de setembro às 9:30, haverá keiko de feriado no Dojo Central (Rua João Guimarães, 171) .

domingo, 12 de setembro de 2010

Técnicas para tratar lesões

Saiba quais são os casos mais indicados para tratar lesões com a crioterapia ou a termoterapia

Técnicas usam gelo ou procedimentos à base de altas temperaturas. Especialistas orientam pacientes sobre riscos

Fim de semana com sol e céu aberto. O cenário, inspirador para atletas de fim de semana, é tentador para atividades esportivas, como uma corrida no parque ou uma partida de futebol. Aparentemente nada mal, a não ser pela falta de hábito de muitas pessoas. Como consequência, o dia, que tinha tudo para acabar bem, pode dar lugar ao incômodo das distensões ou edemas. E é nessas horas que muitos se confundem quanto ao melhor tratamento: o uso de gelo ou de água quente?

De acordo com a fisioterapeuta Giselli Cruz, é comum as pessoas se confundirem quanto ao tratamento mais indicado quando ocorre uma lesão. “Os pacientes costumam agir por indução, e, muitas vezes, podem comprometer a reabilitação. Já vi pessoas que trataram um problema muscular com gelo no lugar de água quente e, em vez de provocar um relaxamento na região, acabou causando uma tensão”, lembra.

Ela explica que, apesar da recomendação médica variar de acordo com o grau da contusão, determinados casos podem ser orientados baseados em crioterapia, que é a utilização do gelo para tratar patologias, ou termoterapia, que faz uso de calor — e às vezes até dos dois. “O uso de calor é sugerido para o relaxamento de retenção muscular. Por isso é indicado para pós-operatórios, pois ajuda a ganhar mobilidade”, diz.

Ao recorrer aos recursos da termoterapia, o paciente pode utilizar dois tipos de calor: o superficial ou o profundo. “O calor superficial é obtido por meio de compressas, bolsas e imersões em água quente. Já o tratamento com calor profundo necessita de aparelhos específicos que emitem ondas (ondas curtas ou micro-ondas) que penetram na pele e atingem camadas mais internas, por isso exige o acompanhamento constante de um profissional habilitado”, explica, lembrando que quem utiliza placas metálicas ou tem parafusos pelo corpo não pode ser submetido a esse último método.

Também é importante alertar que em alguns casos não é recomendável recorrer a soluções baseadas em terapias com calor. Uma delas é a que o paciente está com a área afetada com sensibilidade diminuída ou sob efeito de anestesia. “Muitas vezes, a pessoa pode não sentir o calor e acabar se queimando”, aponta a fisioterapeuta Silmara Carvalho, da Fisiotrauma.

Ela adverte que tanto os métodos de aplicação do calor como do gelo devem ser utilizados como parte de um tratamento e não como única forma de aliviar os sintomas. Por isso, são medidas importantes a orientação de um profissional qualificado e a consulta médica para que o diagnóstico seja estabelecido e o tratamento orientado.

Temperaturas muito altas também podem piorar a compressão da raiz nervosa de pessoas que sofrem com hérnias de discos, já que favorecem o aumento da circulação local. Para esses casos, é recomendável a utilização de calor superficial, como bolsas de água quente, que ajudam a aliviar as tensões musculares, melhorando a dor, sem alterar a condição patológica do paciente. O uso de compressas quentes, por exemplo, é indicado para pessoas que sofreram alguma contratura, com o intuito de relaxar a musculatura da região afetada.

A imersão em água quente, com temperatura entre 40°C e 45°C, é indicado para pessoas que sofreram lesões em regiões com articulação, como mão, pé, punho e tornozelo. “Na fase aguda de uma lesão, o uso do gelo é mais indicado. Já na fase crônica, a água quente é sugerida”, aponta o ortopedista Ricardo Cury, calculando que a imersão deve ser feita por um período de até 20 minutos em intervalos de duas horas.

Muito antes de Cristo

Já o uso de terapias que usam baixas temperatura, ou crioterapia, é mais antigo e remonta ao período bem antes de Cristo. A aplicação de gelo é a primeira atitude que as pessoas tomam em caso de lesões e, segundo especialistas, é a melhor forma de diminuir o fluxo sanguíneo na área afetada. Isso porque, numa lesão muscular, os vasos que passam pela região afetada se rompem e há um extravasamento de sangue – o que causa o hematoma, a dor e a perda da função do músculo.

“A aplicação de baixas temperaturas ajuda a diminuir a dor e a espasticidade muscular, facilitando assim a movimentação da articulação afetada. O frio diminui o calibre do vaso sanguíneo e ajuda a reduzir o inchaço”, explica Cury. “De maneira geral, o gelo melhora a dor, diminui o edema e o hematoma e reduz o processo inflamatório”, completa o diretor do Instituto Cohen de Ortopedia, Reabilitação e Medicina do Esporte, Moisés Cohen.

Contraste de temperaturas

O uso de terapias baseadas em aplicação de calor, com água quente, por exemplo, ou com gelo (ou vice-versa), é indicado para edemas crônicos e grandes inchações. Isso porque os vasos sanguíneos dilatam quando é aplicado calor e estreitam com a chegada do frio. Essa mudança nos vasos sanguíneos estimula a circulação. Com o aumento de volume de sangue, mais oxigênio e nutrientes são levados até a área afetada, acelerando a remoção de toxinas e acentuando o processo de cura.

Autor: Fernado Braga
Fonte: Correio Braziliense

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Mostra de Cinema Japonês

Assunto: Consulado do Japão informa: Mostra de Cinema Japonês

Mostra “Percursos do Cinema Japonês”
O Consulado do Japão em Porto Alegre, em parceria com a Sala Redenção do Cinema Universitário da UFRGS, apresenta a mostra Percursos do Cinema Japonês. Na programação há um panorama abrangente, desde o drama tragicômico De onde se avistam as Chaminés, de H. Gosho (1953), até o premiado animê A garota que saltou no tempo, de M. Hosoda (2006), passando pelo cinema dos anos 60 e 90. Em tais obras, é explorado o complexo universo dos sentimentos a partir de ângulos diferentes, propondo situações ambientadas em diversos momentos do desenvolvimento da sociedade japonesa – do feudalismo do século XIX ao cenário futurista da animação.

Período: de 13 a 17 de setembro de 2010 (exceto 4ª feira)

Local: Sala Redenção – Cinema Universitário UFRGS
Av. Eng. Luiz Englert, s/n,  Porto Alegre

Programação:
Dia 13/09 (2ª f.) 19h – DE ONDE SE AVISTAM AS CHAMINÉS (1953)
Dia 14/09 (3ª f.) 16h – A ROTINA TEM SEU ENCANTO (1962)
Dia 14/09 (3ª f.) 19h – TORA-SAN TIRA FÉRIAS (1990)
Dia 16/09 (5ª f.) 16h – FERROVIA DAS GALÁXIAS (1996)
Dia 16/09 (5ª f.) 19h – CREPÚSCULO SEIBEI (2002)
Dia 17/09 (6ª f.) 16h – A GAROTA QUE SALTOU NO TEMPO (2006)
Dia 17/09 (6ª f.) 19h – CREPÚSCULO SEIBEI (2002)

Legendas em português
           
ENTRADA FRANCA

Maiores informações pelo telefone: 3334-1299

SINOPSES DOS FILMES:

DE ONDE SE AVISTAM AS CHAMINÉS (Japão, 1953, P&B, Drama, 106min.)
Direção: Heinosuke Gosho
Sinopse: Este drama tragicômico retrata a vida simples da periferia de Tóquio, no início da década de 50. Sob a aparente simplicidade do cotidiano das pessoas humildes, esconde-se um complexo universo de sentimentos paradoxais.

A ROTINA TEM SEU ENCANTO  (Japão, 1962, cor, drama, 113 min.)
Direção: Yasujiro Ozu
Sinopse: Vivendo com a filha Michiko e o segundo filho Kazuo, o viúvo Shuhei Hirayama leva uma existência tranqüila. Com o apoio dos parentes, procura um bom partido para Michiko, que acaba se casando. Então, nada mais resta a Hirayama a não ser aprender a viver sem a filha. O filme é tido como a última meditação de Ozu sobre a inevitável dissolução familiar, sobre a definitiva solidão do todo indivíduo.

TORA-SAN TIRA FÉRIAS (Japão, 1990, cor, comédia, 106 min.)
Direção: Yoji Yamada
Sinopse: Mitsuo, sobrinho de Tora-san, agora universitário, encontra Izumi, uma antiga paixão. Izumi quer procurar o pai, que está morando em Kyushu, e Mitsuo resolve ajudá-la. Tora-san, que está sempre viajando, retorna ao lar e vai atrás de Mitsuo e Izumi.

FERROVIA DAS GALÁXIAS (Japão, 1996, cor, drama, 111 min.)
Direção:  Kazuki Omori
Sinopse: Miyazawa Kenji é um idealista nato, empenhando-se com seu amigo Hosaka Kanai para trabalhar pela felicidade dos fazendeiros e realizar suas utopias. Ele se apega aos ideais de seu pai como dono de uma casa de penhores, forçando-o a ajudar um fazendeiro, o que vai contra os seus princípios. O filme enfatiza o idealismo como contraponto ao cinismo dos anos 1990.

CREPÚSCULO SEIBEI (Japão, 2002, cor, drama, 129 min.)
Direção: Yoji Yamada
Sinopse: Em pleno Japão feudal, Seibei Iguchi é um escudeiro viúvo de um clã, responsável pela comida do castelo. Iguchi passa por dificuldades para criar suas duas filhas pequenas e cuidar de sua mãe doente, perdendo, assim, o espírito guerreiro de um samurai. Apesar dos problemas, Iguchi carrega consigo todos os códigos de honra de samurai, tendo um sonho de ser um agricultor bem sucedido; mas o reencontro com a jovem Tomoe fará ressuscitar o espírito guerreiro da espada.

A GAROTA QUE SALTOU NO TEMPO (Japão, 2006, cor, Animê, 99 min.)
Direção: Mamoru Hosoda
Sinopse: Animê baseado num mangá de sucesso, ganhador de prêmios no Japão e no exterior, voltado para o público juvenil.
Uma colegial que mora no subúrbio de Tokyo percebe que tem um dom sobrenatural de transitar pelo tempo. Tão logo é capaz de controlar esse dom, passa a usá-lo para compensar frustrações do passado e satisfazer seus desejos do cotidiano. Certo dia, ela percebe que sua relação com seus dois melhores amigos começa a ter estranhas alterações.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Carnes Vermelhas ou Brancas?

Carnes vermelhas aumentam e as brancas reduzem o risco cardíaco, diz estudo

Estudo pela Escola de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos

O consumo de carne vermelha e carne processada - incluindo bacon e salsicha - aumenta bastante os riscos de doença cardíaca entre as mulheres, segundo estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos. Por outro lado, de acordo com os autores, ingerir alimentos ricos em “proteínas saudáveis” - como peixes, aves, laticínios desnatados e castanhas - pode reduzir os riscos de desenvolver problemas cardiovasculares.

Publicados na edição de agosto da revista científica Circulation, o estudo com 84 mil mulheres com idades entre 30 e 55 anos indicou que aquelas que comiam duas porções de carnes vermelhas por dia tinham 30% maior risco de desenvolver doença cardíaca coronariana do que aquelas que comiam apenas meia porção diariamente. E esse risco era reduzido em 30% se a carne vermelha fosse substituída por castanhas e nozes; e em 19% e 24% se a escolha fosse por aves e peixes, respectivamente.

Autor: Leandro Perché
Fonte: Blog Boa Saúde

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Seminário Internacional

Seminário Internacional com Kato Shihan
em São Paulo - SP
Aikidoistas não filiados ao Brazil Aikikai: R$ 100.00
As Inscrições podem ser feitas  com Sumiko no email:  sumikajihara@terra.com.br

Seminário Internacional

Seminário Internacional com Seki Shihan
em São Paulo - SP


Programação

Data
Horário
Local
Atividade
03/09 (6ª Feira)
19:00
Academia Central
Yudanshakai – Somente Fxs Pretas
04/09 (Sábado)
09:00 às 09:45
10:00 às 11:00 15:00 às 18:00
Ibirapuera
 Ibirapuera
Treino Geral – Seki Shihan
DEMONSTRAÇÃO 47 ANOS
04/09 (Sábado)
20:30 às 23:00
Local a ser definido
Jantar com Seki Shihan*
05/09 (Domingo)
09:00 às 09:45
10:00 às 10:45
15:00 às 15:45
16:00 às 16:45

Ibirapuera

Treino Geral – Seki Shihan
05/09 (Domingo)
19:00 às 22:30
Local a ser definido
Jantar com os professores*
06/09 (2ª feira)
08:00 às 09:30
10:00 às 11:15
Academia Central
Academia Central
Reunião dos professores
Treino para professores – Seki Shihan

O local dos treinos no Ibirapuera é o ginásio do Judo.
Custo individual para o evento: R$ 80,00 (treinos e demonstração)

*Participação no jantar-Avisar até dia 27/08 –Custo a parte

Dúvidas : academiacentral@terra.com.br

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Início das aulas

As aulas iniciam sábado (21/08) às 9:00h.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Matrículas Abertas


Prática de Aikido

Informações
Coordenação: Prof. Isao Ishibashi
Ministrante:  Prof. Durval João De Barba Júnior

                      Prof. Otávio M. Rosset
Período de realização:
21/08/2010 - 29/01/2011
Sábados
Horário: 09:00 às 12:00
Local das aulas: prédio 81 - 6º andar salão de lutas
Investimento semestral
Alunos, diplomados, funcionários e Professores PUCRS, funcionários do Hospital São Lucas - PUCRS,funcionários do Tecnopuc e pessoas com idade igual ou superior a 60 anos: R$ 360,00
Público geral: R$ 450,00


Inscrições: PROEX
Local: Prédio 40 - Sala 201 (PUCRS)
Horário: 08:00 às 20:00, s/fechar ao meio-dia (2ª a 6ª)

Medo ou Fobia

Saiba a diferença entre medo e fobia; conheça as sete fobias mais comuns

Segundo o especialista, fobias atingem 10% da população

Há muita confusão quando as pessoas tentam classificar seus medos e fobias. Na roda de amigos, quando um integrante se põe a contar sobre uma experiência sofrida dentro de um elevador, classificando o pânico que sentiu como uma fobia, outros disparam a narrar suas histórias, alegando sofrer do mesmo medo. Afinal, medo ou fobia?
“O medo é uma reação emocional a um perigo real externo, enquanto a fobia é um medo irracional em relação a algo que não apresenta riscos iminentes. Essa reação geralmente é acompanhada de muita ansiedade”, diz o Prof. Dr. psicólogo Luiz Gonzaga Leite.

Ele explica que o medo constitui uma etapa normal do desenvolvimento humano e é inclusive considerado um elemento que protege a vida. Sendo assim, ter medo de passar por um beco escuro no meio da noite, conhecido pela má fama das pessoas que frequentam o lugar, não é fobia. É um medo normal.

“Quando o medo ganha maior proporção e não se justifica, impondo limitações à vida da pessoa, não deve ser desprezado e considerado como apenas mais um medo entre outros.

As fobias atingem 10% da população. Na maioria das vezes, os fóbicos são inteligentes, responsáveis, sensíveis, com certa tendência a ser detalhistas e controladores. O paciente fóbico tenta substituir seu medo ‘sem nome’ da angústia pura e indefinível que sente, por um conteúdo ou uma situação aparentemente lógica”, diz o psicólogo.

As sete fobias mais comuns

Claustrofobia: medo de lugares fechados, como elevadores, túneis, ambientes pouco ventilados e até mesmo equipamentos de tomografia e ressonância magnética;
Agorafobia: medo de espaços abertos e cheios de gente, como estádios, shopping centers e locais de shows;
Glossofobia: medo de falar em público;
Hipsiofobia: medo de altura;
Amaxofobia: medo de andar de carro;
Hidrofobia: medo de água, de entrar em piscinas e nadar no mar;
Eritrofobia: medo de sangue.

Autor: Redação
Fonte: Site Vya Estelar

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Exames

Exames de Dan e Geral
Sábado 07/08

08:30 / 09:30 hrs - Yudanshakai
09:30 hrs - Exame de Dan
14:00 / 15:00 hrs - Koshukai
15:15 hrs - Exame Geral
20:00 hrs - Confraternização

ATENÇÃO: Está disponível na secretaria do Dojo Central a Lista de Participação. 
Está disponível também uma segunda lista, com sugestões de comes para a Confraternização
Para aqueles que eventualmente nunca participaram, a festa funciona da seguinte forma: cada convidado traz comida suficiente para si, seus acompanhantes e mais uma pessoa (Ex: 03 pessoas, comida para 04 pessoas).

Aulas Temáticas de Kyu

O Instituto Sul-Brasileiro de Aikido convida

Aulas Temáticas de Kyu 
Sábado 31/07

14:00 / 18:00 hrs - Programas de 1º Kyu e 1º Dan (Shodan)

Prezados amigos: Estamos começando um trabalho em parceria com a ACM do Morro Santana, levando o Aikido para crianças e adolescentes carentes . 
Além dos valores da tabela abaixo, pedimos aos colegas que colaborem doando 01 Kg de alimentos não-perecíveis. Seu gesto incentivará o crescimento deste grupo.
Contribuição: R$ 20,00

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Hikari ("luz")

"Freqüentes vezes o Fundador usava a expressão "mais veloz que a luz" para descrever a teoria do Aikido. Com isso queria dizer que, uma vez que a base das técnicas do Aikido está em absorver os movimentos do parceiro e incorporá-los ao próprio movimento, num sentido espiritual o Aikido é mais veloz que uma bala, mais veloz mesmo que a própria luz. A característica verdadeiramente única do Aikido é que estamos unidos à natureza, movendo-nos com espírito e técnica unidos, formando uma coisa só, sempre de acordo com o princípio da rotação esférica."
(Ueshiba, Kisshomaru.O espírito do Aikido. São Paulo: Cultrix; 1984. pg.81. Kisshomaru Ueshiba, O Doshu do Aikido, terceiro filho de Morihei Ueshiba, o fundador do Aikido, nasceu em 1921.)

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Aulas Temáticas de Kyu

O Instituto Sul-Brasileiro de Aikido convida

Aulas Temáticas de Kyu 

Programação 24/07 
08:30 / 11:30 hrs - Programas de 5º e 4º Kyu
14:00 / 18:00 hrs - Programas de 3º e 2º Kyu

Programação 31/07
14:00 / 18:00 hrs - Programas de 1º Kyu e 1º Dan (Shodan)

Valores:
01 treino R$ 20,00
02 treinos R$ 30,00
Os três treinos por R$ 50,00
(com Coffe Break entre os treinos)
Local: Dojo Central

Prezados amigos: O Dojo Central está começando um trabalho em parceria com a ACM do Morro Santana,
levando o Aikido para crianças e adolescentes carentes . 
Além dos valores da tabela acima, pedimos aos colegas que colaborem doando 01 kg de alimentos não-perecíveis
Seu gesto incentivará o crescimento deste grupo.
 

Keiko Especial com Vargas Sensei no Dojo AABB

O Instituto Sul-Brasileiro de Aikido convida


O Dojo AABB convida todos os colegas do INSBRAI para o Keiko Especial com Vargas Sensei no dia 23 de julho (sexta) às 20:15 no Dojo AABB (Av. Coronel Marcos, 1000).

Após o keiko, haverá confraternização com Buffet de Sushi do Takeda.
O valor incluindo bebidas não alcoólicas, será de R$ 30,00 para a janta.

Os interessados em participar da confraternização devem confirmar sua presença até segunda dia 19 de julho pelo e-mail: radde@aikido.com.br

sábado, 10 de julho de 2010

O espírito do Aikido - Entrada e Rotação Esférica

“(...) No dia posterior a uma demonstração feita no maior auditório de Montevidéu, construído para comemorar a Independência, fomos convidados a visitar a Academia Militar do Uruguai. Esta é uma escola de elite com apenas trezentos estudantes, selecionados entre os jovens mais brilhantes do país, e com um currículo carregado de disciplinas da ciências militar, e entre essas, um curso regular de Aikido. Por que só o Aikido estava incluído no currículo quando também o Judô e o Karatê são muito populares no país?

Ao término da demonstração pública e de minha palestra sobre o Aikido, o presidente da academia militar levantou-se e proferiu algumas palavras de estímulo. Disse:

Nos movimentos fluidos do Aikido existe sempre um centro firme. Uma sensação de equilíbrio penetra cada movimento da mão e do pé, e estes deslizam suavemente, como se numa dança, porque o movimento do corpo todo não é outra coisa se não o movimento suave do centro. Acredito que o aspecto central do Aikido é a realização de um centro forte e firme. O essencial para nosso país ao encarar um mundo agitado é cultivar um espírito com um centro forte por dentro e uma forma benevolente por fora. Quero que os alunos desta academia, que têm como destino tornarem-se líderes de nosso país, treinem o Aikido com o máximo empenho e sintam esse centro forte tanto espiritual como fisicamente. É por esse motivo que nosso currículo regular inclui o Aikido.

O presidente expressou tudo o que eu tinha em mente. Um centro forte e firme é o que mestre Ueshiba chamava constantemente de unidade Ki-mente-corpo. Esta é a essência do Aikido tanto em princípio como no movimento em si. A profunda impressão causada por essas palavras fez com que eu me determinasse ainda mais a cumprir nossa responsabilidade como estudantes de Aikido no sentido de fazer com que esse legado esteja mais facilmente à disposição de todos, sem levar em conta a raça ou nacionalidade. O ensinamento e as técnicas singulares do Aikido devem estar sempre de acordo com a essência básica do Aikido. Se nos orgulhamos apenas de sua singularidade e nos apegamos a ela, podemos cair vítimas de uma visão míope, do dogmatismo, da presunção e do provincialismo. Vindo do lado oposto da Terra, inesperadamente tive a oportunidade de refletir sobre o futuro do Aikido.(...)"

(Ueshiba, Kisshomaru.O espírito do Aikido. São Paulo: Cultrix; 1984. pg.48-49.

Kisshomaru Ueshiba, O Doshu do Aikido, terceiro filho de Morihei Ueshiba, o fundador do Aikido, nasceu em 1921.)

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Sal e Sódio nos alimentos

Hipertensos não sabem relacionar sal e sódio nos rótulos dos alimentos

Pesquisa com 1,3 mil pessoas mostra que 93% se confundem no cálculo. Consumo recomendado pela OMS é de 6 gramas por dia, uma colher de chá

Reduzir o sal na dieta é a primeira recomendação que um portador de hipertensão recebe do médico. Mas uma pesquisa do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia com 1.294 hipertensos mostrou que 93% deles não sabem fazer a relação entre o sal e o sódio descrito nas embalagens de alimentos. Pior: 75% nem sequer leem os rótulos e 45% não sabem que os produtos industrializados podem conter sal. As informações são da repórter Karina Toledo, do jornal "O Estado de S. Paulo".

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o consumo diário de sal não deve exceder seis gramas por dia - uma colher de chá. A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) deve lançar em breve uma nova diretriz reduzindo esse valor recomendado para cinco gramas.

Estudo recente no New England Journal of Medicine apontou que diminuir o consumo de sal pode reduzir doenças cardiovasculares tanto quanto parar de fumar, combater a obesidade e controlar o colesterol. O problema é que a tabela nutricional das embalagens não informa a quantidade de sal e sim a de sódio - um dos componentes do sal de cozinha e o verdadeiro causador da pressão alta.

Para aumentar a confusão, o sódio não está apenas em alimentos salgados, mas também em conservantes (nitrito de sódio e nitrato de sódio), adoçantes (ciclamato de sódio e sacarina sódica), fermentos (bicarbonato de sódio) e realçadores de sabor (glutamato monossódico).

"Isoladamente, o sódio não tem sabor, mas apenas 24% dos entrevistados sabiam disso", diz a nutricionista Cristiane Kovacs, uma das autoras do estudo. "Costuma-se recomendar a redução no consumo de sal porque ele é a principal fonte de sódio da alimentação, mas não é a única."

O cardiologista Daniel Magnoni, coordenador da pesquisa, explica que é preciso multiplicar o valor de sódio no rótulo por 2,5 para saber o quanto aquilo corresponde em gramas de sal. Um alimento com 500 mg de sódio representa 1,25 g de sal.

Anvisa

"Estou elaborando uma proposta governamental para alterar a informação dos rótulos para que contenham a quantidade de sal", diz Magnoni. Mas, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), não seria possível fazer essa alteração porque muitos alimentos - como o leite - contêm naturalmente sódio, mas não sal. "Declarar a quantidade de sal em um alimento que não teve adição desse ingrediente seria enganar o consumidor", afirmou a agência em nota.

Autor: Agência Estado
Fonte: Site G1

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Exercícios físicos na infância

os riscos estão mais ligados a lesões musculares, que, como a estrutura ósseaNesta fase, correr e pular brincando é mais importante que competir 

Crianças e adolescentes podem e devem praticar exercícios e atividades físicas, porém, há de se prestar atenção a alguns aspectos importantes. Na idade pré-escolar, que compreende dos três aos sete anos, a criança pode participar de atividades que envolvam saltos, corridas e caminhadas. De acordo com Jafferson dos Santos, tecnólogo em Medicina Esportiva da Prolab - Centro Diagnóstico Cardiológico, esportes como futebol, vôlei e capoeira fazem com que as crianças desenvolvam a lateralidade e o equilíbrio. A partir dos seis aos dez anos, é possível a aprendizagem de novas habilidades motoras. Santos acrescenta que durante a infância devem ser priorizadas as atividades que tenham elementos lúdicos, para que os exercícios físicos se tornem prazerosos.

Estudos apontam diversos benefícios da prática de exercícios físicos na adolescência. Recomendam-se atividades como caminhadas, corridas e ciclismo sejam praticadas pelo menos três vezes na semana. Além disso, ajudar nas tarefas domésticas e praticar jogos ou brincadeiras mostra-se importante. "Adolescentes que praticam exercícios dormem melhor, em função do aquecimento corporal provocado pela atividade física. Além disso, os que se exercitam têm mais auto-estima, maior cuidado com a aparência física e possuem uma qualidade de vida melhor", explica o profissional.

É importante atentar para os cuidados que os pais e professores dever ter na atividade física das crianças: os riscos estão mais ligados a lesões musculares, que, como a estrutura óssea, ainda não está bem formada. "Correr e praticar atividades esportivas nesta fase deve estar relacionado à brincadeira, e não devem visar performance", completa Santos.

Autor: Imprensa
Fonte: IEME Comunicação

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Treinos no segundo semestre

Prezados Colegas,
gostaria de divulgar o fato do icj suprimir para o segundo semestre os treinos de segunda-feira. Isto ocorreu tendo em vista o equilíbrio financeiro necessário à manutenção do espaço, considerando que, naquele treino, há poucos alunos matriculados (este problema já era recorrente). Entretanto alguns alunos manifestaram interesse em tentar reverter esta situação mas, parece-me que o movimento está um pouco desarticulado, faltando apenas alguma liderança que pudesse canalizar os esforços e conduzir o movimento de maneira sistêmica.
Abraços.

Retorno Durval Sensei

Colegas,

a partir de 7/7 Sensei Durval estará de volta em definitivo, reassumindo os treinos - aproveitem a oportunidade pois teremos pouco mais de um mês até o final do semestre o qual, conforme informações preliminares do icj, será em agosto.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Convite para Keiko

Caros colegas,

Radde Sensei vem realizando, no dojo da AABB, keikos com yudanshas de outros dojos filiados ao Instituto. Uma iniciativa de integração que merece destaque, diga-se de passagem. Já passaram por este gratificante momento, Vargas Sensei, Mayer Sensei, Rösler Sensei e Nádya Pesce.

Nesta sexta, 25/06/2010, o prazer de ministrar o keiko será meu. Como aikido, o seu treino, também é um encontro entre pessoas, gostaria de convidá-los para participarem junto com os alunos da AABB.

Leandro Lopez

AABB, sexta, 25/06/2010, 20:15 - 21:30. Av. Coronel Marcos, 1000 - Sala de Artes Marciais.